sábado, 29 de novembro de 2008

Campanha do Banco Alimentar Contra a Fome


Começou hoje mais uma campanha de recolha de alimentos dos Bancos Alimentares Contra a Fome que decorrerá em mais de mil estabelecimentos comerciais das zonas de Lisboa, Porto, Coimbra, Évora e Beja, Aveiro, Abrantes, São Miguel, Setúbal, Cova da Beira, Leiria-Fátima, Oeste, Algarve, Portalegre e Braga.
Para aderir a esta campanha basta aceitar um saco de plástico entregue pelos voluntários do Banco Alimentar Contra a Fome de Lisboa devidamente identificados, colocando no seu interior bens alimentares de preferência não perecíveis (leite, conservas, azeite, bolachas, açúcar, farinha, massas, óleo, …).
No ano passado, o Banco Alimentar Contra a Fome de Lisboa distribuiu um total de 9.441 toneladas de alimentos (equivalentes a um valor global estimado de 12,7 milhões de euros), ou seja, um movimento diário médio de 38 toneladas.
E este é um exemplo a seguir:
Com o objectivo de combater o desperdício dos bens alimentares que existem nas sociedades actuais e ajudar famílias carenciadas, trinta escolas do Algarve assinaram, no início deste mês, um protocolo com o Banco Alimentar Contra a Fome, tendo o seu responsável afirmado que com ele se pretendia “institucionalizar uma prática que já existia com as escolas, dinamizar o espírito cívico e de solidariedade dos alunos e dos professores para participarem nas campanhas de recolha de alimentos e ainda angariar mais voluntários para as campanhas”.

Sem comentários: